Paulo Milreu – Mentor, Coach, Consultor, Palestrante, Professor, Empresário e Empreendedor

Em busca de uma espiritualidade além das religiões

Em busca de uma espiritualidade além das religiões

A vida é uma grande oportunidade de experimentar, conhecer, se aprofundar, vivenciar, conhecer, debater, refletir, sentir, agir, sofrer, amadurecer, melhorar e crescer. Talvez todos os verbos que usei no começo da frase reflitam no último: crescer. A vida é um processo de crescimento. E nesse processo de crescimento, mudamos.

“Se você não está crescendo, você está morrendo.” – T. Harv Eker

Passei a minha vida em busca desse crescimento, de amadurecimento, de aprendizado. Descobri que preciso investir em mim. Preciso investir nessa busca me educando, me aperfeiçoando, me conhecendo. O maior desafio do ser humano não é conhecer as pessoas, os países, é conhecer a si mesmo. E esse se tornou o meu maior desafio.

Dias atrás uma pessoa que me acompanha no Facebook, e também me conhece pessoalmente, me abordou pelo Messenger, me perguntando: “Estou achando bem interessante o que você posta, mas ainda não consegui entender sua atuação e que mudanças são essas”.

Ele continua relatando de sua própria busca pessoal que começou a 3 anos, agora sua formação em coaching, mas percebi que ele queria me “ouvir”.

meditacao-paulo-milreu Em busca de uma espiritualidade além das religiões

 

Eu respondi que minha atuação é a mesma, dentro da minha missão que é inspirar, educar e empoderar empreendedores, colaborando para que transformem suas vidas, sejam prósperos, tenham sucesso e riqueza plena. E que estou neste momento apenas compartilhando mais e mais conteúdo, do que vivi, do que aprendi.

Sua percepção sobre o que compartilho foi clara e objetiva: eu venho falando muito sobre prosperidade (sem falsas e errôneas interpretações), sobre o poder da mente, sobre espiritualidade, de uma forma ampla e não dentro de ideologias e dogmas preconceituosos, que tanto vemos em nossa sociedade.

Esse amigo responde que percebeu isso e que está adorando ler o que escrevo. Claro, fiquei muito feliz com isso. Meu objetivo é inspirar quem me acompanha.

Então ele relata que passou um processo em sua busca de espiritualidade que é muito comum: de fanático a religioso, depois voltando aos seus padrões “normais” e vivendo agora um conhecimento que não tinha antes. E isso é muito bom e importante! Ele experimentou, vivenciou, amadureceu, melhorou. Ele está crescendo!

Em minha trajetória eu experimentei diversas coisas na minha vida (claro, sempre lícitas), participei de algumas religiões, até mesmo antagônicas em seus dogmas, e fui a fundo. Me aprofundei em seus textos base, tendo não só uma visão dogmática mas uma visão histórica de como esses textos foram construídos, da origem dessas religiões, compreendendo contextos que delinearam as crenças que estabeleciam.

Conheci também outras religiões que não participei ativamente, e vários movimentos filosóficos que buscam levar o sentido da vida para quem os acompanha e frequenta suas atividades. Muitas vezes percebi dentre o que participei e conheci que as informações superficiais nem sempre representam todas as premissas dessas religiões e movimentos filosóficos. O que nos apresentam como sendo a verdade, é apenas meia verdade. O que nos apresentam como uma visão inclusiva da humanidade, da bondade, do amor, é na verdade restritiva e preconceituosa.

Hoje eu tenho plena convicção de um ser maior, universal, pleno e cheio de amor e bondade. Sem restringir pelos “escolhidos”, sem esse preconceito de que esses são melhores que aqueles.

O papo vai se desenvolvendo e então vem uma pergunta crucial:  “Após você passar por toda essa experiência, de entender tudo isso, o que mudou na sua vida, na sua forma de compreender o mundo?”

Conversas assim, mesmo que pelo Facebook ou Whatsapp são importantes e de grande reflexão, trazendo a tona algo que você já consolidou em sua vida mas nunca expressou.

Minha resposta foi a expressão do que venho pensando há muito tempo e não tinha expressado ainda, com essa clareza. E esta é a resposta para a pergunta: “O que mudou foi ter a plena consciência que preciso viver plenamente o AGORA, o HOJE, e não o passado ou futuro. Que preciso abrir minha mente para mais conhecimento e não restringi-la.

Que temos recursos ilimitados que nos foram dados quando nascemos, e não podemos esperar algo do futuro, de algo que não vivemos hoje, temos que viver já! Fazer já! Amar já!

Que nossa vida será plena se formos felizes agora, e a base é o aprendizado contínuo, nos educarmos todos os dias, nos auto-conhecermos e nos auto-desenvolvermos. Para devolvermos tudo isso ao mundo! A cada pessoa com que nos depararmos pela frente!

Temos dentro de nós a nossa missão de vida. A maioria das pessoas morrem sem saber essa missão porque está obscura. Foram criados impecilhos, sujeiras, pedras, crenças, histórias, que nos impedem de enxergar essa missão. Nos falta CLAREZA!

Quando um ser humano consegue descobrir sua missão de vida, que sempre tem total relação com ajudar as demais pessoas no mundo, ele modifica pelo menos outras 1.000 pessoas, que então podem descobrir cada uma sua missão de vida. Eu acredito  nisso!

Por isso, CLAREZA é PODER! Ter clareza é muito importante para vivermos o AGORA e acreditarmos continuamente no futuro melhor.

Esse amigo responde então: “Eu tinha certeza que sua visão estava cristalina, e fez total sentido para mim essa explanação sua. O que estou buscando é tudo isso que você disse, ter a visão alinhada para todos serem impactados, começando por mim.”

Começamos a entrar em grande sintonia. E lhe respondo: “Sua missão está totalmente relacionada com aquilo que você busca pra si mesmo. É o que você tem de melhor pra oferecer ao mundo, começando por transformar a si mesmo.”

Dito isso, como viver isso? Essa é a questão.

Hoje minha busca de espiritualidade está dentro de mim mesmo. Está em aquietar a minha mente e deixar meu subconsciente agir. Fomos feitos com consciente e subconsciente, e achamos que somente o consciente faz parte de nossas vidas. É compreender o quão limitado é o meu consciente, pois ele age no racional, no que controlo. E deixar o que está ligado com aquilo que transcende, que é maior, que é universal, o meu subconsciente, cuidar de tudo!

Quando estou no racional (consciente) meu cérebro gasta mais energia do que o resto do meu corpo. Então, o desempenho dele é maior ou menor? Claro que é menor!

Quando deixo de pensar, me aquieto, deixo a vida e o universo no controle, deixo o subconsciente agir, ele tem toda a energia disponível pra isso!!

O exercício simples mas difícil se chama meditar. Sem misticismo, sem crenças erradas, apenas parar, se aquietar, não pensar, ficar em estado de observação da sua mente e de seus pensamentos. A eficácia da meditação já foi comprovada cientificamente em centros de pesquisa nos Estados Unidos, em diversas universidades, e criou-se o método e estudo chamado Mindfullness.

Minha iniciação na meditação é recente, eu ainda luto contra a minha mente tentando me sabotar e dizer que não vale a pena, que é besteira, que é impossível o simples fato de você aquietar por 10 a 15 minutos por dia trará resultados para sua vida. E a mente não se aquieta e você acha que não valeu a pena. Você falha as vezes, mas o importante é não desistir.

Os resultados vem. E os resultados são para toda a sua vida, para sua plenitude, para sua paz interior, para você se conectar com o que não está presente no seu dia-a-dia. E esse é só o começo.

Meditar é apenas uma pequena parte de um processo de riqueza plena. Em minha visão eu estou cuidando da minha saúde emocional, mental e espiritual quando medito. E saúde é um dos 3 pilares da riqueza plena, que compreendem ainda os relacionamentos profundos e a liberdade. Mas, isso é assunto para outro artigo! 🙂

Eu procuro viver minha missão sempre, mesmo que as vezes as pessoas não compreendam, ou ainda que eu pague um preço alto por isso. E para isso eu preciso me conhecer, e ter uma espiritualidade saudável.

Se quiser conversar mais sobre esses assuntos em busca de resultados acima do comum, de Resultados Extraordinários, participe do meu grupo no Facebook clicando na imagem abaixo.

meditacao-paulo-milreu Em busca de uma espiritualidade além das religiões

Fechar Menu