Os BrandThinkers, o mais genuíno grupo de debate sobre marcas do país, aterrissam em Bauru

No dia 20 eu recebo em Bauru um dos maiores especialistas em branding do Brasil: Marcos Hiller. E ele aterrisa com o mais genuíno grupo de debate sobre marcas do país, o BrandThinkers. Marcos Hiller é professor da FGV, FIA-USP, FEA-USP, PUC-PR e SENAC SC, e sócio da Hiller Training & Consulting, e um amigo de longa data, do mercado de comunicação. Estivemos juntos palestrando em alguns eventos, nos reencontramos e decidimos trazer para Bauru um assunto que está mudando o mundo: Como as marcas devem se posicionar e como devem planejadas em um mundo onde o consumidor tende a estar sempre online e conectado?

Paulo Milreu e Marcos Hiller no BrandThinkers

O último sábado foi a conclusão da minha disciplina Inteligência Digital na pós-graduação em marketing digital da Universidade Sagrado Coração, turma de 2017, e durante as 24 horas eu falei sobre comportamento do consumidor. O assunto basicamente é esse. Consumidor, jornada do consumidor, hábitos, neuromarketing, e por aí vai! Por mais que eu aborde inteligência e estratégia, inbound marketing, funil de marketing, behavioral targeting, mouse tracking, tudo passa pelo consumidor. E pelo novo consumidor. Esse que mudou drasticamente seu comportamento, que consome o conteúdo de outra forma, que está muito mais online, que é digital. Não o migrante, mas o nativo. Esse que vem transformando a sociedade, a economia, o mundo.

A internet chegou no Brasil em 1995 e já completou 22 anos. Um jovem adulto de 22 anos nasceu online. Uma criança de 7 anos em 1995 hoje tem 29 anos e não conheceu um mundo offline. E seu comportamento foi moldado por uma vida online, conectada. Como esse adulto vê as marcas? Como ele à distingue, como ele a interpreta?

Marcos Hiller em Bauru

No dia 20 de julho, às 19h, vamos discutir esse tema. Vamos abordar as marcas sob uma nova perspectiva. Eu, entusiasta do mundo digital, vivenciando a internet há 19 anos e acompanhando as grandes mudanças que ela trouxe ao cenário de negócios no Brasil e no mundo. E ele, Marcos Hiller, que está pensando marcas desde sempre, vivenciando os grandes impactos da marca no mundo corporativo e no consumidor. É a mesma coisa, sob aspectos diferentes. Ou os mesmos aspectos, com visões diferentes.

Paulo Milreu no BrandThinkers

O evento é direcionado para todos aqueles que pensam marca. Sejam empresários que precisam compreender a importância das suas marcas e de como elas estão impactando seu consumidor, como também profissionais de comunicação e marketing que trabalham com marcas. Um evento para toda a região de Bauru em um raio de 200 Km, que poderão se aprofundar em um tema muito relevante e que traz impacto nos negócios.

Ah! Muito importante e eu estava esquecendo. O BrandThinkers em Bauru é um evento GRATUITO. Isso mesmo! Gratuito. Mas as vagas são LIMITADAS. Corre que restam apenas algumas. 🙂

Paulo Milreu e Bruno Pinheiro no evento Marketing Digital e Empreendedorismo em Bauru

Trouxe meu amigo Bruno Pinheiro para Bauru esta semana. Organizei com minha equipe um evento para que pudesse compartilhar o melhor conteúdo sobre marketing digital e empreendedorismo que ele está vivenciando no mundo, e no mesmo palco pude falar da minha visão sobre o que é necessário no Brasil para os projetos decolarem: um método. Sim, um método. Pois vejo que 99% daqueles que estão começando a utilizar a internet como ambiente para marketing estão perdidos. Totalmente perdidos.

Marketing Digital e Empreendedorismo - Facebook 20%

O evento veio como uma oportunidade para toda a região de Bauru (estamos 320Km da capital São Paulo) conhecer o Bruno e aprender sobre marketing digital, se aprofundar, com alguém que respeito profundamente pelos resultados que entrega e que vem de um histórico de conhecimento acadêmico, experiência e prática em comunicação e marketing. Poucos desses que apareceram como “gurus” do marketing digital nos últimos anos tem esse histórico e “bagagem”.

E “bagagem” mesmo, pois Bruno acumula, além da experiência profissional, os mais de 40 países que visitou nos últimos 3 anos, conheceu a cultura e aprendeu sobre o comportamento de consumo. Essa sim é uma grande experiência. E sempre produzindo seus conteúdos, cursos e atendendo seus alunos e clientes.

IMG_8382

IMG_8233

O evento foi um sucesso de público (quase 200 pessoas) e muitos dos presentes ficaram muito interessados em participar do evento Empreenda Sem Fronteiras, que o Bruno está realizando em São Paulo nos dias 7, 8 e 9 de julho próximo, e na minha opinião (é o que tenho dito pra quem me pergunta) será o melhor evento de marketing digital de 2017. Não tenho dúvida! Grandes nomes internacionais como Ryan Deiss, um dos maiores nomes americanos do internet marketing e CEO da Digital Marketer, e Neil Patel, um dos principais marketeiros mundiais e criador de diversas ferramentas famosas de marketing digital, e grandes nomes brasileiros como Washington Oliveto, um dos maiores publicitários e mais premiados do mundo, Luiza Helena Trajano, do Magazine Luiza, e Fábio Porchat, do Porta dos Fundos, e muitos outros grandes nomes do marketing digital e empreendedorismo. E, ainda tem o bauruense Marcos Pontes, o primeiro astronauta brasileiro. Essa, nem o Bruno sabia! 🙂

Empreenda Sem Fronteiras - Maior evento de marketing digital de 2017 - Ryan Deiss, Neil Patel, Fabio Porchat, Luiza Helena Trajano, Washington Oliveto, Bruno Pinheiro, Marcos Pontes.

A ideia do evento surgiu de uma troca de áudios pelo Whatsapp quando o Bruno me chamou, uns 20 dias atrás, numa sexta a tarde. Foram vários áudios, ele disse que estava no Brasil e aí “engatamos” na ideia de trazê-lo para palestrar em Bauru. Sábado reuni minha equipe no escritório e formatamos o evento! Trouxe 2 parceiros para o papo final, alinhamos e segunda começamos a trabalhar.

Foi uma organização rápida e execução mais rápida ainda. Falei com muitos amigos do mercado que organizam eventos, que trabalham com comunicação e marketing, e amigos em universidades. O tema agradou, tem apelo forte e começamos a vender ingressos na mesma semana. Agregamos ao ingresso uma oferta irresistível (essa aprendi com meu amigo Bruno!) e o resultado foi altamente positivo.

Empreenda Sem Fronteiras - Maior evento de marketing digital de 2017 - Ryan Deiss, Neil Patel, Fabio Porchat, Luiza Helena Trajano, Washington Oliveto, Bruno Pinheiro, Marcos Pontes.

Fiz a abertura do evento e o tema da minha palestra foi “Marketing Digital para Pequenos Negócios: Um método prático e eficaz”, e aproveitei a oportunidade e o momento para quebrar o mito da “fórmula mágica”, que tem deixado milhares de pessoas frustradas no Brasil e achando que marketing digital “não funciona pra elas”. Um mito criado recentemente e que precisa ser quebrado, pois o método é algo mais necessário e que vem de uma base de conhecimento já estruturado na comunicação e marketing, em uma ciência e não apenas em um conhecimento empírico. #prontofalei

Empreenda Sem Fronteiras - Maior evento de marketing digital de 2017 - Ryan Deiss, Neil Patel, Fabio Porchat, Luiza Helena Trajano, Washington Oliveto, Bruno Pinheiro, Marcos Pontes.

Em seguida Bruno entra no palco e fala de sua experiência, dos seus negócios, de como fez, realizou, executou. Das bases que ensina para todos que procuram entrar nesse mundo digital, que sonham em se tornarem empreendedores digitais, em empreender sem fronteiras. Deu o passo a passo, o be-a-bá, mostrou de uma forma simples e prática como começar, como continuar e como não desistir. Falou com propriedade pois contou a sua história, muito recente e de grande sucesso, e que não tem apenas o glamour das viagens para os 40 países e sim o trabalho duro, intenso, e com uma equipe de 12 profissionais que o assessoram (todos online).

Esse primeiro evento em Bauru foi uma experiência excelente e percebi o quão carente está o mercado regional. E por isso, em breve tem mais novidades. Por enquanto, vem comigo, venha participar do Empreenda Sem Fronteiras em São Paulo nos dias 7, 8 e 9 de julho, em um evento incrível e intenso, com mais de 2.000 pessoas, e que tenho certeza que além de aprendizado você vai gerar muitos negócios e parcerias. Vamos nessa? 🙂

Afiliados Brasil 2017 cresce e se consolida em um mercado em grande expansão no país

Estive na semana passada no Afiliados Brasil 2017, o maior evento brasileiro de marketing de afiliados realizado no país, que está em seu quinto ano e já teve edições em Fortaleza e Rio de Janeiro. Hoje o evento se consolidou em São Paulo onde irá se manter, e a partir do próximo ano se expandir para uma área cinco vezes maior.

O evento foi idealizado contemporâneos do mercado: Flávio Raimundo e Paulo Faustino.

Flávio Raimundo, Afiliados Brasil
Abertura do Afiliados Brasil com Flávio Raimundo, um dos idealizadores.

O QUE É MARKETING DE AFILIADOS?

Preciso explicar, pois sei que esse assunto não é comum para minha audiência. O marketing de afiliados é um modelo de negócio e um conceito amplamente divulgado e utilizado nos Estados Unidos e que chegou ao Brasil como uma grande força como canal de comercialização de produtos digitais e agora físicos. Inicialmente o modelo se consolidou para infoprodutos, produtos do conhecimento ou digitais, e agora cresce com produtos físicos.

A primeira edição do Afiliados Brasil foi em 2013 e contou com 320 participantes. Este ano o evento ultrapassou 2.000 pessoas e contou com participantes e expositores de diversos países da América e Europa.

afiliados-brasil-2017-crescimento-de-participantes-desde-2013
O crescimento em participantes do Afiliados Brasil

UMA FEIRA PARA O MERCADO DE AFILIADOS

A feira do evento, a ExpoAfiliados, contou com diversas empresas que compõem essa indústria e demonstrou a força desse mercado e o engajamento dos seus produtores, afiliados e plataformas. É assim que são intitulados no Brasil as 3 partes desse modelo:

  • A Plataforma, que é uma empresa que possui uma site com tecnologia que possibilidade a venda dos produtos para os clientes, o pagamento do produtor e o pagamento de comissão para o afiliado. Além de diversos outros recursos para potencializar e otimizar vendas.
  • O Produtor, que tem o produto (digital ou físico) para ser comercializado, e o disponibiliza na plataforma e busca afiliados para revendê-lo.
  • O Afiliado, que procura os melhores produtos para vender e ganhar suas comissões.

ExpoAfiliados 2017 ExpoAfiliados 2017

Cruzei na feira com o Flávio Raimundo e ele me falou algo que me impressionou: O mercado de afiliados no Brasil está apenas começando! Vem muito mais por aí para os próximos anos, principalmente em comparação com os Estados Unidos.

Flávio Raimundo e Paulo Milreu

O evento aconteceu nos dias 1, 2 e 3 de junho e contou com uma grade de palestrantes que variava entre especialistas de marketing digital, donos de plataformas e produtores, e afiliados que foram contar no palco seus fracassos e sucesso, trazendo experiências e dicas práticas.

Tive a oportunidade no evento de rever velhos amigos, antenados com esse novo modelo de negócio no marketing digital, e também conhecer novas pessoas do mercado. Oportunidade de aprender sempre mais, rever conceitos, conhecer práticas e estar conectado com o que existe de mais atual.

ABERTURA COM MARTHA GABRIEL

Começou em grande estilo, e demonstrando que o assunto era sério. A abertura do evento contou com palestra da Martha Gabriel, uma das grandes pensadoras do marketing digital brasileiro, um ícone e grande amiga, que trouxe uma visão fantástica das grandes tendências do mercado e do mundo. Um conteúdo pra começar o evento com várias reflexões e atento para se atualizar mais e mais.

Martha Gabriel, Afiliados Brasil Martha Gabriel, Afiliados Brasil

Jober Chaves, Paulo Milreu, Martha Gabriel e Arhur Somensi
Encontrando os amigos Jober Chaves, Martha Gabriel e Arthur Somensi.

Como o evento tinha uma grande para 3 auditórios, uma escolha significava renunciar a outras palestras importantes e que agora só poderão ser assistidas gravadas (esse é um grande diferencial do evento: todas as palestras são gravadas). Assisti palestras excepcionais como do grande mestre do conteúdo Rafael Rez e do mestre do tempo e da produtividade Christian Barbosa.

Rafael Rez, Afiliados Brasil

Rafael Rez e Paulo Milreu
Recebendo o livro Marketing de Conteúdo autografado pelo autor Rafael Rez.

Christian Barbosa, Afiliados Brasil

PALESTRAS COM EXPERIÊNCIAS PRÁTICAS E DICAS

Me surpreendi com a palestra do afiliado Brunno Tassitani, que foi excelente (eu não o conhecia), e assisti 2 vezes a palestra do Luciano Larrossa, sobre Facebook e Instagram Ads (a palestra foi reprisada). Outra palestra excelente foi do Fernando Santi, sobre storytelling (esse assunto quero me aprofundar mais), que começou já contando uma história de sua vida que conectou toda a platéia.

Bruno Tassitani, Afiliados Brasil

Luciano Larrossa, Afiliados Brasil

Fernando Santi, Afiliados Brasil

Um assunto bem prático e que me interessou foi aprender sobre landing pages, e puder ter dicas excelentes do Gustavo Falquer. Ainda em um assunto mais técnico, de ferramenta, a palestra do Luiz Fonseca, da Powertic, sobre o Mautic, tirou todas as minhas dúvidas e pude trocar ideias muito interessantes.

Luiz Fonseca, Afiliados Brasil

Douglas Souza falou sobre seus desafios como gerente de afiliados, e como o mercado está crescendo e falta bons profissionais. Como sempre, sobram vagas para profissionais diferenciados em qualquer mercado, e não seria diferente no marketing de afiliados. Milhares de produtos, milhares de afiliados, e um apagão de bons gerentes de afiliados.

Douglas Souza, Afiliados Brasil

Camilo Coutinho foi um show a parte no palco, criando um roteiro de vídeo ao vivo para toda a platéia. Escutando o Camilo e seu roteiro básico para criar um vídeo, e vendo sua performance no palco, dá vontade realmente de sair dali pra gravar muitos vídeos. Já assinei o canal dele na hora!

Camilo Coutinho, Afiliados Brasil

NEUROMARKETING COM PROFUNDIDADE E OBJETIVIDADE PRÁTICA

A palestra da Rejane Toigo foi um show a parte! Com formação em odontologia, ela trouxe para o neuromarketing todo o seu conhecimento da biologia humana e agora com conhecimentos da neurologia do ser humano. Demonstrou no palco muito conhecimento, falou com profundidade e sem cansar, mostrando ao final algumas dicas muito práticas e objetivas. Impossível contra-argumentar ali com o que ela nos demonstrou.

Rejane Toigo, Afiliados Brasil

E com um encerramento fantástico do Paulo Faustino, um dos donos do evento, que esbanjou objetividade com muita informação, deu dicas e um caminho prático de execução, baseado nas estratégias e táticas que utiliza em seu negócio. Aproveitou e ainda desmistificou o empreendedor digital que trabalha na praia tranquilamente, com uma liberdade ilusória e que ganha praticamente de onde estiver. Deixou claro ali que tem que trabalhar muito, incansavelmente e fazer os investimentos necessários em recurso e equipe, para realmente crescer e ter um negócio.

Paulo Faustino

REENCONTRANDO AMIGOS E FAZENDO NETWORKING

E sem dúvida a oportunidade ímpar para encontrar velhos amigos, fortalecendo laços e conhecendo mais e mais pessoas.

Paulo Milreu e Jessé Rodrigues
Com Jessé Rodrigues da Escola do Marketing Digital.
Renato Alves e Paulo Milreu
Com o campeão de memória Renato Alves, que não encontrava desde 2004.
Jorge Aldrovandi e Paulo Milreu
Com o amigo de ótimos papos sobre o mercado digital, Jorge Aldrovandi.

SEGUINDO OS PASSOS

E sem dúvida uma das grandes experiências neste eventofoi ter comigo, pela primeira vez, meu filho mais velho, João Pedro, que começa a conhecer mais do mercado de marketing digital, se apaixonar e seguir os meus passos. Independente da profissão que ele fosse seguir, eu o apoiaria! Sempre! Mas sem dúvida é um orgulho mais tê-lo ao meu lado nesse mercado que tanto sou apaixonado.

Paulo Milreu, Diego Carmona e João Pedro Milreu
Com Diego Carmona do LeadLovers e meu filho João Pedro Milreu.

ORGANIZAÇÃO E QUALIDADE

O evento foi coroado com uma grande organização e um coquetel ocorrendo duas vezes por dia na área da feira, com abundância e qualidade (raro em eventos dessa magnitude).

Com certeza estarei na edição 2018! Podem contar comigo!

Agora também sou coach!

Me tornei um coach. Sim, terminei minha Formação em Coaching pelo Instituto Comprática, do amigo treinador e master coach Valdemir Gabriel.

Foi uma grande experiência participar dos 2 módulos da Formação em Coaching na Prática, e ir muito além de conhecer essa metodologia e processo, pois foram dias de muita prática e uma convivência incrível com pessoas incríveis. Além dos conceitos, tivemos em um total de 165 horas o aprendizado prático, compartilhando com outros coaches em formação todas as técnicas e ferramentas disponíveis no mercado.

Além de uma formação técnica, tivemos nesse curso uma formação humana. Vivemos ali uma experiência única que nos modificou e expandiu nossa consciência sobre nós mesmos. Tivemos um encontro com nossa mente e com nosso coração, vivemos momentos de muita emoção e descobertas, e criamos ali laços que nunca serão esquecidos.

Formação em Coaching na Prática em 2016 - Paulo Milreu

Aprender sobre o não julgamento foi um exercício de olhar para o outro, compreender que o seu mapa é diferente do meu mapa, sua história de vida é diferente da minha, e que minha verdade é verdade apenas para mim. Não julgar é um exercício para o dia a dia, e imprescindível para quem se posiciona e atua como coach, seja profissionalmente ou não. Não julgar deve ser um exercício para a vida.

Perguntar é outro dos segredos do bom coach. E aprendemos perguntas poderosas como ferramentas para aplicarmos nesse processo. Aprendi a sempre fazer perguntas, mas percebo hoje que elas estavam viciadas. Em alguns momentos havia o interesse em obter a melhor resposta pra mim. Não que esse era meu objetivo, mas eu não compreendia e tinha passado pelo processo de entender o não julgamento. Não nesse nível.

Formação em Coaching na Prática em 2016 - Paulo Milreu

Não é meu objetivo atuar profissionalmente como coach. E admiro mais ainda os coaches, que ajudam pessoas e organizações a realizarem seus objetivos. Me vejo utilizando das ferramentas e processo de coach em minhas atuações como mentor, e vejo o quanto me trará uma nova visão e ampliará minha capacidade de ajudar empreendedores a realizarem seu sonhos. Me vejo com mais recursos para realizar minha missão!

Formação em Coaching na Prática em 2016 - Paulo Milreu

E como sempre, um grande diferencial é o local maravilhoso onde passamos por todos esses cursos e treinamentos no Instituto Comprática, que é seu paradisíaco centro de treinamento no Sítio Paraíso, em Fernão/SP.

Uma incrível formação para me tornar um Practitioner em PNL

No início deste mês participei de uma incrível experiência de aprendizado, auto-descoberta e evolução como ser humano. Tive a grande oportunidade de participar e me certificar (mais uma vez) como Practitioner em PNL, isto é, um praticante em Programação Neurolinguística.

Formação em Practitioner em PNL - Paulo Milreu

Para quem não sabe ainda o que é PNL, eu recomendo que pesquise, se aprofunde e faça essa formação fantástica, que potencializa sua comunicação interpessoal e intrapessoal, sua comunicação verbal e não verbal, e lhe apresenta um conjunto de ferramentas para você compreender melhor as pessoas e o mundo.

Sim, foi assim que compreendi esse processo. Talvez tenha sido diferente pra mim, pois já tinha participado de uma formação similar anos atrás, mas esta experiência veio em um momento muito importante em minha vida. Além de descobertas profundas que estavam arraigadas em meu subconsciente e pude acessá-las (sim, a PNL lhe permite isso), pratiquei durante 5 dias intensos todo o potencial de comunicação entre pessoas, não só em um nível consciente mas também subconsciente. A PNL é muito poderosa!

Formação em Practitioner em PNL - Paulo Milreu

O mais incrível ao iniciar o curso foi revisar novamente os 10 pressupostos da PNL, que de imediato começam a dar um chacoalhão em suas crenças e em seus comportamentos, e lhe apresentam uma nova realidade de mundo.

Sim, você não é sempre o dono da razão. As pessoas enxergam o mundo diferente, do mapa dela, das experiências que tiveram, de sua história, colocando filtros. Opa! Eu tenho que parar de olhar tanto para meu umbigo e olhar e escutar “de verdade” o outro.

Me parece impossível alguém passar por esse processo, essa formação tão intensa em 5 dias, e sair de lá do mesmo jeito que entrou. Me parece impossível essa pessoa sair de lá e continuar agindo da mesma forma no seu dia-a-dia. A palavra mais falada ali foi “permissão”. Se você se permitir, se entregar, de coração aberto, você viverá plenamente essa experiência. Única, poderosa, maravilhosa!

Ali aprendemos o real significado da palavra gratidão. Gratidão por cada momento, por cada experiência, pela natureza, pelo alimento, pela noite de sono, pela acolhida, e por cada um que a partir daquele momento se tornaram amigos e irmãos. Ali vivenciamos uma verdadeira fraternidade, olhando cada um como ser humano, despidos de rótulos, cargos, títulos e posses materiais.

Minha gratidão ao meu amigo e mentor Valdemir Gabriel, fundador e presidente do Instituto de Coaching Comprática, e a amiga Damaris Pádua, os treinadores desse incrível processo de transformação, que recebe o nome de Formação em Practitioner em PNL na Prática. Realmente, na prática!

Formação em Practitioner em PNL - Paulo Milreu

Guerrilla Business Intensive com Alex Mandossian no Brasil foi sensacional

Guerrilla Business Intensive - Paulo Milreu

A estrutura do evento, a programação, o conteúdo, as pessoas, a energia, o aprendizado quântico, e o grande mestre Alex Mandossian, o treinador dos treinadores, um dos maiores nomes do marketing digital americano e que já gerou mais de US$ 400 milhões para seus alunos e clientes (foram alunos dele grandes nomes como Jeff Walker e Ryan Deiss).

Alex Mandossian no Guerrilla Business Intensive - Paulo Milreu

Isso talvez resumisse o treinamento internacional Guerrilla Business Intensive que participei no final de semana dos dias 10, 11 e 12 de junho, mas foi muito mais, muito mesmo. Além de intensivo, aprendizado acelerado, o impacto imediato na visão dos participantes é visível. Cada um ali presente começa a perceber que pode desenvolver muito melhor suas atividades, seus negócios, sua vida.

Guerrilla Business Intensive - Paulo Milreu

O Guerrilla Business Intensive é realizado no Brasil pela Experiência de Sucesso, empresa criada pelo empresário Leandro Marcondes, que mora há vários anos em Londres mas quis trazer para o país os treinamentos que transformaram sua vida e seus negócios. O Guerrilla Business Intensive tem a assinatura de T. Harv Eker, multimilionário americano que é autor do best-seller “Os segredos da mente milionária” que já vendeu mais de 1 milhão de cópias no Brasil, e faz parte do programa Quantum Leap, do qual sou membro e já participei do Mission to Millions (já falei desse treinamento em outro artigo).

Guerrilla Business Intensive - Paulo Milreu

O Guerrilla Business Intensive contou com 800 participantes, onde Alex mantinha todos em alta energia, nível 10, pois com essa energia o aprendizado é mais poderoso, realmente é registrado em nossa mente e permanece. Poucos compreendem (porque poucos estudam isso) e quem esteve ali por esses 3 dias realmente compreende o que estou falando.

Guerrilla Business Intensive - Paulo Milreu

O treinamento trouxe informações profundas e que trouxeram grandes resultados para quem participou do Guerrilla Business Intensive e também para o próprio Alex, que sempre mostrou que ensinava ali o que deu certo pra ele, e que deveríamos testar em nossos negócios. Um grande aprofundamento em marketing, em negócios, em negociação, em copywriting, em planejar e sistematizar o nosso marketing. Complementou muito tudo o que venho estudando em toda a minha trajetória como empreendedor e também meus 18 anos trabalhando com marketing digital.

Grandes lições, grande aprendizado, e muita energia para continuar minha missão de inspirar, educar e empoderar micro e pequenos empreendedores e empresários, e ajudá-los a atingir seu nível 10, seus sonhos e sucesso, a prosperidade e a riqueza plena!

 

Em busca de uma espiritualidade além das religiões

Em busca de uma espiritualidade além das religiões

A vida é uma grande oportunidade de experimentar, conhecer, se aprofundar, vivenciar, conhecer, debater, refletir, sentir, agir, sofrer, amadurecer, melhorar e crescer. Talvez todos os verbos que usei no começo da frase reflitam no último: crescer. A vida é um processo de crescimento. E nesse processo de crescimento, mudamos.

“Se você não está crescendo, você está morrendo.” – T. Harv Eker

Passei a minha vida em busca desse crescimento, de amadurecimento, de aprendizado. Descobri que preciso investir em mim. Preciso investir nessa busca me educando, me aperfeiçoando, me conhecendo. O maior desafio do ser humano não é conhecer as pessoas, os países, é conhecer a si mesmo. E esse se tornou o meu maior desafio.

Dias atrás uma pessoa que me acompanha no Facebook, e também me conhece pessoalmente, me abordou pelo Messenger, me perguntando: “Estou achando bem interessante o que você posta, mas ainda não consegui entender sua atuação e que mudanças são essas”.

Ele continua relatando de sua própria busca pessoal que começou a 3 anos, agora sua formação em coaching, mas percebi que ele queria me “ouvir”.

Em busca de uma espiritualidade além das religiões - Paulo Milreu

 

Eu respondi que minha atuação é a mesma, dentro da minha missão que é inspirar, educar e empoderar empreendedores, colaborando para que transformem suas vidas, sejam prósperos, tenham sucesso e riqueza plena. E que estou neste momento apenas compartilhando mais e mais conteúdo, do que vivi, do que aprendi.

Sua percepção sobre o que compartilho foi clara e objetiva: eu venho falando muito sobre prosperidade (sem falsas e errôneas interpretações), sobre o poder da mente, sobre espiritualidade, de uma forma ampla e não dentro de ideologias e dogmas preconceituosos, que tanto vemos em nossa sociedade.

Esse amigo responde que percebeu isso e que está adorando ler o que escrevo. Claro, fiquei muito feliz com isso. Meu objetivo é inspirar quem me acompanha.

Então ele relata que passou um processo em sua busca de espiritualidade que é muito comum: de fanático a religioso, depois voltando aos seus padrões “normais” e vivendo agora um conhecimento que não tinha antes. E isso é muito bom e importante! Ele experimentou, vivenciou, amadureceu, melhorou. Ele está crescendo!

Em minha trajetória eu experimentei diversas coisas na minha vida (claro, sempre lícitas), participei de algumas religiões, até mesmo antagônicas em seus dogmas, e fui a fundo. Me aprofundei em seus textos base, tendo não só uma visão dogmática mas uma visão histórica de como esses textos foram construídos, da origem dessas religiões, compreendendo contextos que delinearam as crenças que estabeleciam.

Conheci também outras religiões que não participei ativamente, e vários movimentos filosóficos que buscam levar o sentido da vida para quem os acompanha e frequenta suas atividades. Muitas vezes percebi dentre o que participei e conheci que as informações superficiais nem sempre representam todas as premissas dessas religiões e movimentos filosóficos. O que nos apresentam como sendo a verdade, é apenas meia verdade. O que nos apresentam como uma visão inclusiva da humanidade, da bondade, do amor, é na verdade restritiva e preconceituosa.

Hoje eu tenho plena convicção de um ser maior, universal, pleno e cheio de amor e bondade. Sem restringir pelos “escolhidos”, sem esse preconceito de que esses são melhores que aqueles.

O papo vai se desenvolvendo e então vem uma pergunta crucial:  “Após você passar por toda essa experiência, de entender tudo isso, o que mudou na sua vida, na sua forma de compreender o mundo?”

Conversas assim, mesmo que pelo Facebook ou Whatsapp são importantes e de grande reflexão, trazendo a tona algo que você já consolidou em sua vida mas nunca expressou.

Minha resposta foi a expressão do que venho pensando há muito tempo e não tinha expressado ainda, com essa clareza. E esta é a resposta para a pergunta: “O que mudou foi ter a plena consciência que preciso viver plenamente o AGORA, o HOJE, e não o passado ou futuro. Que preciso abrir minha mente para mais conhecimento e não restringi-la.

Que temos recursos ilimitados que nos foram dados quando nascemos, e não podemos esperar algo do futuro, de algo que não vivemos hoje, temos que viver já! Fazer já! Amar já!

Que nossa vida será plena se formos felizes agora, e a base é o aprendizado contínuo, nos educarmos todos os dias, nos auto-conhecermos e nos auto-desenvolvermos. Para devolvermos tudo isso ao mundo! A cada pessoa com que nos depararmos pela frente!

Temos dentro de nós a nossa missão de vida. A maioria das pessoas morrem sem saber essa missão porque está obscura. Foram criados impecilhos, sujeiras, pedras, crenças, histórias, que nos impedem de enxergar essa missão. Nos falta CLAREZA!

Quando um ser humano consegue descobrir sua missão de vida, que sempre tem total relação com ajudar as demais pessoas no mundo, ele modifica pelo menos outras 1.000 pessoas, que então podem descobrir cada uma sua missão de vida. Eu acredito  nisso!

Por isso, CLAREZA é PODER! Ter clareza é muito importante para vivermos o AGORA e acreditarmos continuamente no futuro melhor.

Esse amigo responde então: “Eu tinha certeza que sua visão estava cristalina, e fez total sentido para mim essa explanação sua. O que estou buscando é tudo isso que você disse, ter a visão alinhada para todos serem impactados, começando por mim.”

Começamos a entrar em grande sintonia. E lhe respondo: “Sua missão está totalmente relacionada com aquilo que você busca pra si mesmo. É o que você tem de melhor pra oferecer ao mundo, começando por transformar a si mesmo.”

Dito isso, como viver isso? Essa é a questão.

Hoje minha busca de espiritualidade está dentro de mim mesmo. Está em aquietar a minha mente e deixar meu subconsciente agir. Fomos feitos com consciente e subconsciente, e achamos que somente o consciente faz parte de nossas vidas. É compreender o quão limitado é o meu consciente, pois ele age no racional, no que controlo. E deixar o que está ligado com aquilo que transcende, que é maior, que é universal, o meu subconsciente, cuidar de tudo!

Quando estou no racional (consciente) meu cérebro gasta mais energia do que o resto do meu corpo. Então, o desempenho dele é maior ou menor? Claro que é menor!

Quando deixo de pensar, me aquieto, deixo a vida e o universo no controle, deixo o subconsciente agir, ele tem toda a energia disponível pra isso!!

O exercício simples mas difícil se chama meditar. Sem misticismo, sem crenças erradas, apenas parar, se aquietar, não pensar, ficar em estado de observação da sua mente e de seus pensamentos. A eficácia da meditação já foi comprovada cientificamente em centros de pesquisa nos Estados Unidos, em diversas universidades, e criou-se o método e estudo chamado Mindfullness.

Minha iniciação na meditação é recente, eu ainda luto contra a minha mente tentando me sabotar e dizer que não vale a pena, que é besteira, que é impossível o simples fato de você aquietar por 10 a 15 minutos por dia trará resultados para sua vida. E a mente não se aquieta e você acha que não valeu a pena. Você falha as vezes, mas o importante é não desistir.

Os resultados vem. E os resultados são para toda a sua vida, para sua plenitude, para sua paz interior, para você se conectar com o que não está presente no seu dia-a-dia. E esse é só o começo.

Meditar é apenas uma pequena parte de um processo de riqueza plena. Em minha visão eu estou cuidando da minha saúde emocional, mental e espiritual quando medito. E saúde é um dos 3 pilares da riqueza plena, que compreendem ainda os relacionamentos profundos e a liberdade. Mas, isso é assunto para outro artigo! 🙂

Eu procuro viver minha missão sempre, mesmo que as vezes as pessoas não compreendam, ou ainda que eu pague um preço alto por isso. E para isso eu preciso me conhecer, e ter uma espiritualidade saudável.

Se quiser conversar mais sobre esses assuntos em busca de resultados acima do comum, de Resultados Extraordinários, participe do meu grupo no Facebook clicando na imagem abaixo.

Grupo Facebook Resultados Extraordinários - Paulo Milreu

Para quem está começando, empreender em uma franquia é um bom negócio

Segundo o GEM 2015 (Global Entrepreuneurship Monitor) estima-se que 52 milhões de brasileiros com idade entre 18 e 64 anos estavam envolvidos na criação ou manutenção de algum negócio, na condição de empreendedor em estágio inicial ou estabelecido.

Ao lado desse número temos no Brasil hoje uma das maiores taxas de desemprego dos últimos tempos, totalizando mais de 11 milhões de trabalhadores fora do mercado de trabalho.

Para quem está começando, empreender em uma franquia é um bom negócio

Qual a relação entre essas duas informações?

Podemos falar em dois tipos de empreendedorismo: de oportunidade e de necessidade. De oportunidade é quando o indivíduo tem uma ideia e um interesse em abrir seu próprio negócio, enxerga uma oportunidade, e vai em frente. E de necessidade, quando o indivíduo perde seu emprego e empreender é a única saída (ou uma das únicas).

Não há nada de mal em empreender por necessidade, e nesses tempos de desemprego alto temos aí um batalhão de pessoas em busca de abrir seu próprio negócio, como uma saída para a dificuldade de recolocação. Temos apenas que ter mais atenção e fazer as escolhas certas.

E uma das escolhas que vejo como mais certeiras pra quem vai empreender por necessidade é a compra de uma franquia, um negócio já formatado e testado. E portanto essa escolha deve ser feita com base em muitas informações da franquia, dos seus franqueados atuais e do mercado. Pesquisar é a chave pra começar essa escolha.

Temos no mercado de franquias a oportunidade de escolher negócios em segmentos como tecnologia, serviços domésticos, educação, varejo, móveis, vestuário, saúde e alimentação, entre vários outros. E também em várias faixas de investimento, começando em R$ 5.000 até mais de R$ 1 milhão. As franquias na faixa de investimento de até R$ 65.000 são consideradas microfranquias, e possibilitam um retorno desse investimento em até 12 meses (algumas dessas redes).

Porque escolher uma franquia para meu próprio negócio?

Considerando que você sempre foi empregado, está começando agora a empreender, esse caminho é mais próximo da experiência que você já vivenciou pois irá atuar em um modelo de negócio já formatado, terá apoio de uma equipe da franqueadora para que seu negócio dê resultado e tem uma marca já estabelecida para trabalhar. Para quem vai começar, é o melhor dos mundos.

Claro, existem franquias e franquias. E tudo tem relação com a franqueadora, a empresa por trás da rede, que criou o negócio, que conduz todos os processos, dá suporte, cuida da marca e dos produtos, e faz o negócio se expandir no mercado. Escolher bem a franqueadora é determinante para o seu sucesso. Mas como fazer isso?

"Checklist Minha Franquia" - livro de José Rubens Oliva RodriguesExistem muitas dicas espalhadas por aí, mas eu quero recomendar a leitura do livro “Checklist Minha Franquia”, de autoria do meu amigo José Rubens Oliva Rodrigues, que trata de 260 perguntas que você deve fazer ao escolher uma franquia pra comprar. José Rubens é fundador e CEO da Guia-se, a maior franquia de marketing digital do Brasil e também Diretor de Microfranquias da ABF – Associação Brasileira de Franchising, a entidade que mobiliza esse setor.

Você precisa fazer muitas perguntas

A chave para você escolher sua franquia é perguntar. Você precisa levantar informações, falar com os franqueados atuais (o maior número possível), falar com franqueados que saíram da rede, conversar com mais executivos da franqueadora, consultar a ABF, pesquisar no Google, no ReclameAQUI, e nas rede sociais. Faça um trabalho profissional de pesquisa e levantamento, e assim você reduzirá as chances de errar. E assim você já começa com um comportamento empreendedor, que é pesquisar e analisar antes de tomar uma decisão.

Compartilhe sua decisão de procurar uma franquia com sua família, com sua esposa ou marido, com seus filhos, com seus pais. Mostre a todos que sua escolha irá mudar o ritmo do seu trabalho pois agora você se tornará um empresário e seus horários mudarão, seus dias de trabalho mudarão, os dias de descanso também, e principalmente sua prioridade mudará. Reflita sobre isso, pois empreender é maravilhoso, eu posso garantir. Mas exige uma decisão firme e forte, que precisa estar alinhada com seu propósito de vida.

Bom, sobre propósito eu vou me aprofundar em outro artigo. 

Sucesso em sua nova empreitada. Busque ter um negócio extraordinário!

NOS Ao Vivo: três dias de uma experiência sensacional em mentalidade e marketing digital

NOS Ao Vivo 2016 - Paulo Milreu com Bruno Pinheiro

Fiquei refletindo bastante sobre como relatar a experiência de 3 dias que vivi na semana passada (dias 27, 28 e 29) em São Paulo no super evento NOS Ao Vivo, idealizado e organizado pelo amigo Bruno Pinheiro. Foi realmente uma experiência, não apenas palestrantes e palestrantes subindo e descendo ao palco. Porque digo isso?

Eu participo de muitos eventos, já participei de algumas centenas de eventos e também já realizei muitos outros, e tenho uma visão crítica sobre cada detalhe. Entendo a importância da estruturação de uma grade de palestrantes e seus conteúdos para impactar o público no momento certo, onde cada tema desenvolve uma lógica na cabeça do participante e o faz avançar para um fechamento final.

NOS Ao Vivo 2016

Além disso, cada detalhe deve ser olhado com sua devida importância, para que o todo seja realmente uma experiência. A chegada, o credenciamento, a abertura, os palestrantes, o conteúdo, os sorteios ou bônus, as surpresas, o networking (e mais que juntar pessoas, criar um ambiente propício para isso), o horário (pontualidade), até o encerramento.

Posso dizer que o NOS Ao Vivo 2016 surpreendeu em todos esses quesitos. Quem participou saiu de lá com uma tonelada de informações, foi impactado por pessoas de resultados e com histórias, viram casos de sucesso nesse mercado com os alunos dos programas de treinamento e mentoria do Bruno, puderem falar com essas pessoas, e também puderam falar e tirar fotos com todos os palestrantes. O Bruno como anfitrião, com a loucura que é estar nos bastidores dessa organização, deu atenção à todos, tirou fotos com todos, ouviu todos. Isso fez a diferença!

E ele foi além disso. Ele fez uma conexão emocional poderosíssima com seu público quando apresentou sua família, levou sua filha de 2 anos ao palco, a Ella, que ficou ali passeando ao lado do pai palestrando. Realmente foi espetacular! Ele apresentou sua esposa, sua mãe, irmã, cunhado. E foi assim porque foi natural, não foi forçado. Esse é o jeito do Bruno, que se tornou um gigante do marketing digital brasileiro. Orgulho disso!

NOS Ao Vivo 2016 - Paulo Milreu com Bruno Pinheiro

Digo orgulho porque vi o Bruno iniciar sua jornada, essa jornada pelos mais de 40 países que ele já visitou em pouco mais de 2 anos. Éramos professores em uma pós-graduação em marketing digital em Campinas, no ano de 2013, e almoçando juntos ele me contava de sua intenção de viajar o mundo e ajudar pessoas a realizarem seus sonhos através do marketing digital. E ele está fazendo história.

O evento também foi especial por encontrar amigos do marketing digital de longa data, pessoas queridas, que respeito muito e que construíram uma importante história neste nosso mercado, e principalmente que souberam se superar sempre e evoluirem com esta nova etapa do marketing digital brasileiro (que gosto de chamar de internet marketing pra diferenciar um pouco, mas isso é outra história que contarei em outro artigo).

Nos Ao Vivo 2016 - Paulo Milreu com Jorge Aldrovandi

Jorge Aldrovandi, da Babel Team, que é o representante oficial da Infusionsoft, uma das melhores ferramentas de automação de marketing do mundo. Conrado Adolpho, um ícone do marketing digital brasileiro que trouxe uma história e conteúdo excelente ao palco do NOS Ao Vivo. Jober Chaves, que mais uma vez surpreende com a sua história, sempre com uma ótica diferente e uma lição nova.

nos-2016-pm-conrado-adolpho

Tivemos outros grandes nomes durante os 3 dias que abrilhantaram o evento. Ícones do empreendedorismo brasileiro como NOS Ao Vivo 2016 - Paulo Milreu com Ricardo BellinoRicardo Bellino, e o grande nome hoje da mentalidade, do mindset, o equatoriano Pablo Paucar, que se aposentou aos 38 anos no marketing de rede. Muito conteúdo técnico com Christian Barbosa (tempo e produtividade), Tiago Tessmann (tráfego e remarketing), Ana Tex (Instagram, Snapchat, Periscope), Rafa Prado (influência), Fagner Borges (táticas), Jessé Rodrigues (Facebook Ads), Bruno Juliani (entrega de produtos digitais, Caroline Calaça (superar fracassos), Caroline Caracas (de empregado a empreendedor) e Fabio Ricotta (SEO e tráfego).

NOS Ao Vivo 2016 - Paulo Milreu com Pablo Paucar

NOS Ao Vivo 2016 - Paulo Milreu com Rafa PradoNOS Ao Vivo 2016 - Paulo Milreu com Jessé Rodrigues

E quando chegamos ao final do evento, e pensávamos que teríamos um encerramento com breves palavras do Bruno, uma grande surpresa. Um grande show pra encerrar com chave de ouro o NOS Ao Vivo com o maior mágico e ilusionista do Brasil, Issao Iamamura. Um show com várias mágicas que foram contextualizadas com o conteúdo do evento, criando fortes metáforas no mindset de cada um. O evento terminou com chave de ouro! Parabéns meu amigo Bruno! Parabéns mesmo!

NOS Ao Vivo 2016 - Paulo Milreu com Issao Iamamura

Aguardo ansioso o próximo NOS Ao Vivo em 2017!

Além de vários cases de sucesso, novos empreendedores digitais realizando grandes resultados com técnicas de marketing digital avançadas e deixando claro uma revolução que está acontecendo no Brasil bem diante dos nossos olhos, e em um período considerado de grande crise política e econômica. No último ano mais de 1.800.000 empresas fecharam, e nesse mesmo período vários novos empreendedores abriram seus negócios e em pouco tempo faturaram milhares e até milhões de reais.

Como é possível isso?

Vem compartilhar e debater conosco essa revolução no marketing digital brasileiro no meu grupo Inteligência Digital no FacebookEntre e participe aqui.

Foco x Multitarefa: a luta do bem contra o mal

Foco x Multitarefa: a luta do bem contra o mal - Paulo Milreu

Na minha trajetória profissional me vi um dia como um computador. Acessava minha memória em pastas diversas, arquivos distintos, tentando processar alguns megabytes de dados e informações para chegar a um resultado. Como não sabia como aumentar minha memória interna (a famosa memória RAM), eu injetava diariamente um líquido preto misturado com uma substância industrializada doce e solúvel (café com açúcar). O efeito durava algumas horas, o que me permitia processar todas as atividades, até à exaustão.

Foco x Multitarefa: a luta do bem contra o mal - Paulo Milreu

Como não sou uma máquina, e passado alguns anos o desgaste pelo mau uso não pode ser reparado (será que não?) ou os componentes não podem ser substituídos (talvez alguns, mas os principais para esse processamento não), o que nos resta é avaliar o estrago. E além do estrago avaliar com muita serenidade, sensatez e sinceridade os resultados obtidos até aqui com esse mau uso da nossa “máquina”. E quais foram?

Bom, eu demorei muitos anos pra entender que não sou uma máquina, que não sou multitarefa (quando me chamavam de multitarefa isso me dava orgulho e vaidade, olha que triste!), e agora estava claro que eu precisava vencer essa guerra. Sim, uma guerra!

Vivi isso em minha vida mesmo depois de mais de 2 décadas já empreendendo, tendo criado e sido sócio de mais de 10 empresas, de escola de informática a franqueadora fast-food de pizza (essa foi atípica, uma passagem rápida de 2 anos), passando por produtora e agência digital (meus principais anos) e desenvolvimento de software para mídias sociais.

Como um bom multitarefa, e também bastante empreendedor, eu não me aquietava. Além de construir empresas eu ajudei a fundar associações empresariais, principalmente nos segmentos que atuava. Uma entidade regional, ligada à uma rede nacional. Uma entidade nacional, de um mercado nascente. A máquina não parava de criar novas pastas e arquivos para processar.

Não estou de forma alguma desprezando minhas 2 décadas de trabalho como empreendedor, de forma alguma. Eu me orgulho do que realizei, sou feliz pelos resultados que obtive e que pude compartilhar com muitos profissionais e amigos nessa trajetória e acredito fortemente que fiz grandes contribuições para os mercados que atuei. Mas eu podia ter feito mais. E melhor.

O que aprendi nessa verdadeira guerra que venci (sim, eu venci!) é que minha luta era interna. Eu lutava contra meu próprio mindset (meu modelo mental), contra tudo aquilo que eu acreditava e inclusive disseminava, influenciando aqueles que me acompanhavam. Era uma luta interna e uma das mais difíceis de enfrentar pois você precisa atacar muitas crenças que estão arraigadas e te limitam. Você não enxerga uma outra realidade, você está cego. É uma luta do bem contra o mal.

O mal é o que você vive sendo uma máquina multitarefa. E o bem é aquilo que você procura pra vencer esse mal. E hoje sei que é o foco. Uma única coisa.

Na luta do “multitarefismo” com o foco há uma perda de glamour. O multitarefa se vangloria dos seus feitos, de realizar tantas coisas em tão pouco tempo, e muitas vezes muito bem executadas. Sim, o multitarefa pode ser um exímio executor, pois em seu auge como máquina de última geração ele tem energia e capacidade pra fazer. E faz bem. E isso lhe dá orgulho e vaidade (já citei, mas vale reforçar). E ele vai se alimentando dessa vaidade, desse orgulho, sem escutar mais nada. Além de cego ele ficar surdo.

Você é um multitarefa? Pergunte-se se os seus resultados estão dentro do esperado.

Foram muitas batalhas para vencer essa guerra. E o bem triunfou. Depois de muitos anos eu compreendi os benefícios do foco, a estrutura lógica e clara de ter foco, e principalmente os resultados que o foco me proporcionaria. Não que eu não tenha tido bons resultados como multitarefa (pois apesar de ter sido multitarefa, eu tenho outros comportamentos que me levaram ao sucesso), eu avalio que tive ótimos resultados, acima do comum. Mas eu tenho certeza que poderiam ser bem melhores. Eu tenho convicção que poderiam ter sido extraordinários!

Hoje eu passo meus dias recomendando o foco. Eu observo os multitarefas e lembro do meu passado, como fui, o que vivi e imediatamente tenho empatia. Recomendo o foco como um remédio, que alivia as dores dos resultados ruins, dos resultados ordinários, dos resultados abaixo do comum ou apenas comuns.

Talvez você não precise mudar e ter foco, talvez você já tenha foco. Mas eu pergunto: se tem foco, está satisfeito com seus resultados? Quer melhorá-los? Quer levá-los à um nível de excelência? Quer ter resultados extraordinários?

Se você quer melhorar seus resultados, quer ter resultados acima do comum, acima do ordinário, quer realmente ter Resultados Extraordinários, te convido para participar do nosso grupo fechado no Facebook, onde vou compartilhar minhas experiências em mais de 2 décadas como empreendedor em busca de resultados acima do comum. Clique na imagem abaixo e entre no grupo!

Grupo Facebook Resultados Extraordinários - Paulo Milreu